Encontrei com ele na fila do supermercado. Todo bem arrumado, dizia que hoje era dia de fazer a obra de Deus, de cumprir o seu chamado. E contou:

– É muito bom poder fazer aquilo que Deus me chamou pra fazer. Ele disse que eu ia ser usado pra abençoar muitas pessoas! Você não quer vir junto comigo adorar a Deus?

E eu perguntei qual era seu ministério, seu chamado, o que ele fazia.

– Sou porteiro, respondeu acenando com um alegre sorriso pra um conhecido.

E era segunda-feira.

André Nascimento